Make your own free website on Tripod.com

UM MUNDO DE CINEMA, MÚSICA, TV E BANDA DESENHADA

Posters Tamanho Grande // Miniposters // Posters Originais Cinema // Fotografias 15x10cm // Fotografias 25x20cm// Photosets // Postais // Autocolantes // Pins // Portachaves// Livros de/e Sobre Cinema // Banda Desenhada

Bem vindo à nossa base de dados de filmes

FILMES

CAMINHO PARA PERDIÇÃO

Título Original: Road to Perdition

Ano: 2002

País: EUA

Realizador: Sam Mendes

    Actores:

  • Tom Hanks

  • Paul Newman

  • Jude Law

  • Tyler Hoechlin

  • Stanley Tucci

Minutos: 116

Resumo:

Durante a grande depressão americana em 1931, Chigado é a cidade onde um assassino profissional a cargo da mafia, resolve colocar a sua lealdade em jogo para proteger a sua família.

    Critícas dos visitantes do Site:





    Título do filme Nome do crítico Cidade Data da Crítica
    CAMINHO PARA PERDIÇÃO Daniel Pereira Ramada 11/13/2002

    Caminho Para Perdição, de Sam Mendes; Bom (4 estrelas); Se para um filme convencer é quase indispensável um argumento de boa qualidade este Caminho Para Perdição põe em causa essa teoria – o seu argumento é apenas razoável. Seria um problema difícil para um realizador comum mas não o é para Sam Mendes. Mendes dá a volta e prova com este seu segundo filme que estamos na presença de um grande encenador que quando trabalha em cinema se transforma num grande realizador. Não é então de estranhar que é na mise en scène que o realizador se destaque. Esta é rigorosíssima e um primor para o olho do espectador. Planos excelentes e sequências melhores (como é o caso do tiroteio à chuva). Aliás, todo o filme é tecnicamente fabuloso. Os décors, o guarda roupa, a excelente música de Thomas Newman e o melhor: a espantosa fotografia de Conrad Hall – fotografia de tom pesado muito adequada. Os actores cumprem, sobressaindo, no entanto, o desempenho de Jude Law que rouba todas as cenas em que entra (não muitas infelizmente) - um desempenho magnífico no papel de assassino sem escrúpulos. Se são os aspectos técnicos que saltam mais facilmente à vista é precisamente pelo, já referido, fraco argumento. E assim, este é um filme que se admira mais do que se sente. Admira-se pela qualidade técnica superior. Uma obra maior, formalmente falando. Há quem critique Mendes por ser um aluno aplicado e não um génio. E qual é o problema se o resultado final é perfeitamente convincente? Não se deve esquecer a maravilha que fez em Beleza Americana com o esplêndido argumento de Alan Ball (refuta-se qualquer ideia de que o filme tenha sido só argumento). Fica a ideia de que Sam Mendes é uma certeza absoluta no cinema pois faz de um argumento simples uma experiência hipnótica de cinema devido a todo o seu trabalho técnico magistral. Para apreciar o aspecto formal do filme. O melhor: a mise en scène de Mendes e a fotografia de Hall. O pior: pensar que poderia ser uma obra-prima (faltou o argumento). Daniel Pereira



    Título do filme Nome do crítico Cidade Data da Crítica
    “CAMINHO PARA PERDIÇÃO”, de Sam Mendes João Pedro Machado Ermesinde 10/09/2002

    “CAMINHO PARA PERDIÇÃO”, de Sam Mendes CLASSIFICAÇÃO: *** (Bom) Depois de Christopher Nolan, outro realizador que desiludiu com a sua segunda longa-metragem... A verdade é que, em “Beleza Americana”, Sam Mendes pegou numa excelente história, escrita pelo génio Alan Ball (autor da também magnífica série “Six Feet Under – Sete Palmos de Terra”, em exibição na RTP2, segundas-feiras à noite); enquanto, neste “Caminho Para Perdição”, o argumento é básico, simplista e pouco original. Sendo Sam Mendes, em primeiro lugar, um encenador (ele veio do teatro), o seu talento revela-se precisamente na “mise en scène”. É um excelente realizador, mas, num filme, o conteúdo é tão importante como a forma... A belíssima fotografia de Conrad Hall contribui para a perfeição técnica deste “Caminho Para Perdição”. Quanto às interpretações, Tom Hanks e Paul Newman estão bem (apesar de eu não ser grande fã de nenhum deles...), mas Jude Law sobressai pela sua composição arrepiante e inesquecível de Harlen Maguire, o fotógrafo assassino.



    Esperamos a vossa colaboração





    VOLTAR CRÍTICAS DE FILMES

    VOLTAR PAG. INICIAL