Make your own free website on Tripod.com

UM MUNDO DE CINEMA, MÚSICA, TV E BANDA DESENHADA

Posters Tamanho Grande // Miniposters // Posters Originais Cinema // Fotografias 15x10cm // Fotografias 25x20cm// Photosets // Postais // Autocolantes // Pins // Portachaves// Livros de/e Sobre Cinema // Banda Desenhada

Bem vindo à nossa base de dados de filmes

FILMES

CHICAGO

Título Original: Chicago

Ano: 2002

País: EUA

Realizador: Rob Marshall

    Actores:

  • Reneé Zellweger

  • Richard Gere

  • Catherine Zeta-Jones

  • Queen Latifah



  • Género: Musical

    Minutos: 113

    Resumo:

    Roxie Hart quer ser uma estrela do mundo da música, mas o seu namorado abandona-a, ela atinge-o a tiro e é condenada a uma pena de prisão por assassinato. Na cadeia ela conhece Velma, uma conhecida vedeta do mundo do espectáculo, com quem partilha o desejo de notoriedade e que também se encontra detida por homicídio: Velma matara o marido e a irmã, que tinham um caso, e enchera os jornais com a sua história. Mas quando surge Roxie, as notícias sobre o caso de Velma são substituídas pelas que se referem ao novo crime. Então as duas mulheres tornam-se rivais e entram em competição, não só pela maior atenção dos meios de comunicação social como também pelo advogado, Billy Flynn. Este é um musical, realizado por Rob Marshall, no qual Roxie é interpretada por Renée Zellweger, Velma por Catherine Zeta-Jones e Billy Flynn por Richard Gere.



      Critícas dos visitantes do Site:





      Título do filme Nome do crítico Cidade Data da Crítica
      Chicago João Pedro Machado Ermesinde 23/02/2003

      “CHICAGO”, de Rob Marshall

      CLASSIFICAÇÃO: *** (Bom)

      São 13 as nomeações que este “Chicago” conseguiu arrecadar para a próxima edição dos Óscares (que acontece no dia 23 de Março). Em toda a história desta cerimónia, apenas 2 filmes obtiveram mais nomeações: “All About Eve” (1950) e “Titanic” (1997), ambos com 14 nomeações. Tal como sucedeu com estes, o óscar de Melhor Filme está praticamente assegurado (independentemente da qualidade dos restantes filmes nomeados nessa categoria – na minha opinião, aliás, este será o menos interessante dos 5; só vi 3, contudo –, apenas “Chicago” me parece oscarizável). Este filme é a adaptação cinematográfica do musical “Chicago” de Bob Fosse. Nunca assisti ao espectáculo, mas dá a sensação que o filme lhe é rigorosamente fiel, na medida em que toda a cenografia e direcção artística nos sugerem mais um palco de teatro do que um “plateau” de cinema. É inevitável a comparação com os outros dois filmes musicais recentes: “Evita” e “Moulin Rouge”. “Evita” é, para mim, o melhor dos três, com uma realização impecável, uma certeira noção de ritmo e um argumento bem construído. “Moulin Rouge” e “Chicago” são menos bons, por motivos diferentes. Enquanto “Moulin Rouge” é visualmente deslumbrante, mas narrativamente nulo, sem uma ideia original, “Chicago” conta-nos uma história muito interessante, mas falha onde os outros dois acertam: na noção de ritmo. O estreante Rob Marshall tem enormes dificuldades em articular os momentos musicais com o enredo propriamente dito, surgindo aqueles como momentos mortos, o que torna o filme algo maçudo. A quantidade de nomeações para os óscares nas categorias de interpretação (nada mais, nada menos do que 4), atestam a qualidade do elenco. Apenas Gere ficou de fora (a que não será alheia a decisão que a Academia tomou há uns anos de nunca mais convidar Gere, depois de este ter interrompido uma cerimónia para discursar acerca da causa tibetana). Não considero nenhum deles merecedor do óscar, mas será uma surpresa se Catherine Zeta-Jones não levar para casa o óscar de melhor actriz secundária... por João Pedro Machado.





      Esperamos a vossa colaboração





      VOLTAR CRÍTICAS DE FILMES

      VOLTAR PAG. INICIAL