Make your own free website on Tripod.com

UM MUNDO DE CINEMA, MÚSICA, TV E BANDA DESENHADA

Posters Tamanho Grande // Miniposters // Posters Originais Cinema // Fotografias 15x10cm // Fotografias 25x20cm// Photosets // Postais // Autocolantes // Pins // Portachaves// Livros de/e Sobre Cinema // Banda Desenhada

Bem vindo à nossa base de dados de filmes

FILMES

ESQUECE TUDO O QUE TE DISSE

Título Original: Esquece Tudo o que te Disse

Ano: 2002

País: Portugal

Realizador: António Ferreira

    Actores:

  • Custódia Gallego

  • António Capelo

  • Amélia Corôa

  • Alexandre Pinto

  • Cleia Almeida

  • Fernando Taborda



  • Produção: Paulo Branco

    Minutos: 108

    Resumo:

    A trágica comédia das nossas vidas: amor, conflito, separação e reencontro. Assim, em ciclos, para além da morte. Esta é a história de seis pessoas que amam, que odeiam, que se separam e que se reencontram. Tudo começa quando a jovem Bárbara, em conflito aberto com a mãe, é exilada na casa dos tios, que vivem numa cidade distante. Bárbara vai encontrar seus tios, Felizbela e Messias, numa fase de conflito irreversível cujo desfecho se adivinha ser a separação. Bárbara, rejeitada, revoltada com o mundo, numa permanente crise de amor próprio, atrai a atenção de Messias, ele próprio perdido num desamor latente, num desprezo inconfesso por sua mulher. Bárbara percebe isso, e deixa-se guiar pelas emoções, pela sede da experiência, pela atracção do abismo, pela lúgubre visão do circo a arder. Messias apercebe-se disso, e deixa-se levar pelas emoções, por uma súbita sede de experiência, pela mesma inevitável visão do circo a arder. Bárbara e Messias amam-se, mesmo que isso signifique apenas conflito, separação e reencontro. Felizbela, que ama de forma descontrolada o marido, num amor possessivo onde o ciúme e o ódio se misturam, sofre, humilha-se e redescobre-se perante o envolvimento de Messias com Bárbara. À margem de tudo isto, solitários no início e no fim das suas histórias de vida, a filha de Messias e Felizbela, Joana, quase cantora, persegue o seu destino; e o pai de Messias, Tobias, que era pastor, vive as suas últimas memórias, reavivadas pela presença subliminar e desconcertante da sua ovelha, omnipresente ao longo de toda a história.