Make your own free website on Tripod.com

UM MUNDO DE CINEMA, MÚSICA, TV E BANDA DESENHADA

Posters Tamanho Grande // Miniposters // Posters Originais Cinema // Fotografias 15x10cm // Fotografias 25x20cm// Photosets // Postais // Autocolantes // Pins // Portachaves// Livros de/e Sobre Cinema // Banda Desenhada

Bem vindo à nossa base de dados de filmes

FILMES

O HOMEM SEM PASSADO

Título Original: THE MAN WITHOUT A PAST

Ano: 2002

País: Finlândia

Realizador: AKI KAURISMAKI

    Actores:

  • M - MARKKU PELTOLA

  • Irma - KATI OUTINEN

  • Gerente do mercado - ANNIKKI TÄHTI

  • Nieminen - JUHANI NIEMELÄ

  • Kaisa Nieminen - KAIJA PAKARINEN

  • Hannibal - cão - TÄHTI

  • Antilla - SAKARI KUOSMANEN

  • A Banda do Exército de Salvação - MARKO HAAVISTO & POUTAHAUKAT



  • Escrito e produzido por: AKI KAURISMÄKI

  • Director de Fotografia: TIMO SALMINEN

  • Som: JOUKO LUMME, TERO MALMBERG

  • Montagem: TIMO LINNASALO

  • Decoração: MARKKU PÄTILÄ, JUKKA SALMI

  • Guarda-Roupa: OUTI HARJUPATANA

  • Produção: SPUTNIK OY

  • Em associação com: YLE TV-1/ EILA WERNING

  • Co-produtores: PANDORA FILM - Em co-produção com ZDF/ARTE and Network Movie PYRAMIDE PRODUCTIONS - Em co-produção com Arte France Cinema, com a participação do Canal+ e do Centre National de la Cinématographie

  • Com o apoio de: THE FINNISH FILM FOUDATION; NORDIC FILM AND TELEVSION FUND

  • Data de Estreia: 01-11-2002

    Minutos: 97

    Resumo:

    Um homem sem nome chega a uma cidade e é de imediato brutalmente espancado. Aqui começa este filme épico e dramático, ou talvez um sonho de corações solitários com bolsos vazios sob o grande céu do nosso senhor ou dos pássaros. Aki Kaurismäki



      Critícas dos visitantes do Site:





      Título do filme Nome do crítico Cidade Data da Crítica
      O HOMEM SEM PASSADO João Pedro Machado Ermesinde 11/20/2002

      “O HOMEM SEM PASSADO”, de Aki Kaurismäki

      CLASSIFICAÇÃO: **** (Muito Bom)

      O novo filme do realizador mais famoso da Finlândia é coerente com a restante obra (pessoalmente, só posso comparar com o anterior “Nuvens Passageiras”, o único que vi): filmes políticos, de denúncia social, cujos protagonistas são personagens à beira da miséria; no entanto, são incapazes de demonstrar qualquer emoção, sempre inexpressivos, numa postura de conformismo depressivo (a actriz-fetiche de Kaurismäki, Kati Outinen, é exímia nesse papel!). Este “O Homem Sem Passado” começa da seguinte forma: um homem chega a uma cidade e antes de podermos conhecê-lo, ele é assaltado e agredido, perdendo a memória. A partir daí, começa uma vida nova, como se renascêsse... Apesar da ausência de emoções, é um filme carregado de sentido de humor, em especial na abordagem do estorvo que a falta de documentos e a falta de um nome pode constituir para uma pessoa que se tenta integrar numa comunidade (a sequência do Banco é quase kafkiana...). por João Pedro Machado.





      Esperamos a vossa colaboração





      VOLTAR CRÍTICAS DE FILMES

      VOLTAR PAG. INICIAL